domingo, 19 de junho de 2011

A Maçonaria e o Homosexualismo

Ligação da Maçonaria com o Movimento Homossexual

Albert Pike foi um maçom muito estimado pelos colegas maçons. Em honra de Pike eles erigiram um monumento, denominado Consistório Albert Pike. Também dedicaram a ele uma imponente loja maçônica (o Albert Pike Memorial Temple em Little Rock, Arkansas), e é ricamente elogiado em muitos de seus livros. Pike, que atingiu o nível mais elevado do Rito Escocês da Maçonaria (grau 33º), foi um prolífico autor de numerosas obras sobre a Maçonaria. Várias citações de um de seus livros, "Morais e Dogmas do Antigo e Aceito Rito Escocês da Maçonaria", provavelmente seu trabalho mais renomado, será apresentado neste artigo.

O grupo esotérico de apenas homens conhecido como Maçonaria é bastante controverso, e foi ligado ao movimento homossexual por inúmeros investigadores. "Porquê?" você pode perguntar.

Como outros grupos esotéricos e algumas fraternidades, os maçons têm doutrinas secretas e iniciações. Agora, como Pike misteriosamente colocou, a Maçonaria "esconde seus segredos de todos, exceto dos "Adeptos e Sábios", ou os "Eleitos", e usa falsas explicações e falsas interpretações sobre seus símbolos para enganar aqueles que merecem apenas ser enganados, para esconder a Verdade, que chama de Luz, e para levá-los para longe dela. A verdade não é para aqueles que são indignos ou incapazes de recebê-la, pois iriam perverte-la."[1]

Ao invés dos maçons explicitamente enunciarem os seus segredos, eles os comunicam apenas indiretamente. Pike declara: "O que os chefes da Ordem realmente acreditavam e ensinavam, é indicada para os Adeptos através de sugestões contidas nos graus elevados da Maçonaria" [2]. Pike diz novamente: "Os símbolos e cerimônias da Maçonaria têm mais de um significado . Eles preferem esconder do que revelar a verdade. Eles fazem apenas sugestões"[3]. E fala ainda mais:: "... Temos sugestões, e não os detalhes"[4]. "...sugestões dos verdadeiros objetivos e finalidades dos Mistérios"[5]. Os "Mistérios" são as secretas "Verdades Maçônicas"" e os rituais secretos de iniciação.

Pike está acostumado a falar em enigmas, porque ele pode apenas sugerir segredos maçônicos. Os maçons fazem juramentos de não revelar os segredos do grupo.

Até mesmo maçons de mais altos graus guardam segredos dos maçons de nível inferior. De acordo com Pike, um nível inferior Mason "é intencionalmente enganado por falsas interpretações [dos símbolos maçônicos]. Não se pretende que ele compreenda [os símbolos], mas a intenção é que ele deve imaginar que ele compreende os seus verdadeiros significados. A verdadeira explicação é reservada aos Adeptos, os Príncipes da Maçonaria"[6]. Os maçons de nível mais baixo são apenas joguetes sendo usados por aqueles de nível superior, os chamados "Príncipes da Maçonaria".


Agora, para dirigir a nossa atenção para a ligação entre a Maçonaria e a homossexualidade: estariam os maçons usando seu poder e influência para tentar espalhar "valores" homossexual? Com as seguintes palavras enigmáticas, Pike parece estar sugerindo que os maçons praticam sexo oral homossexual. Ele afirma que um iníciado "celebra em observância sacramental essa paixão misteriosa, e enquanto partilha da carne crua das vítimas, parece ser revigorado por um freco gole da fonte universal da vida... Daí a importância do falo."[7]. Como é seu costume, Pike não explica estas palavras. Por exemplo, ele não especifica o que ele quer dizer com "essa paixão misteriosa". Mas em outras partes do livro, ele observa duas vezes que a adoração ao culto fálico (ao membro sexual masculino) é uma parte dos "Antigos Mistérios" [8].

Não apenas o sexo homossexual aparentemente desempenha um papel na Maçonaria, mas também existem evidencias que orgias homossexuais também seu papél.

Pike, falando de forma genérica sobre um membro recém-iniciado, diz: "ele se mistura com a multidão de iniciados, e, coroado com flores, comemora com eles as orgias sagradas.[9]" Não é nem preciso dizer que Pike não define a tal "orgia sagrada". Em pelo menos dois outros locais em seu livro, ele menciona que orgias são associadas com iniciações maçônicas[10].

Uma importante característica compartilhada pela Maçonaria e do movimento homossexual, e que aponta para uma possível conexão entre os dois, é a prevalência de atitudes sexistas entre os membros de ambos os grupos.

A Maçonaria, que é basicamente é um grupo de homens, Pike fornece indícios sérios de sexismo na organização na Maçonaria, através destas palavras: "O amor de uma mulher não se extingue, e ele tem um destino terrível e incontrolável.[20]". Como de costume, ele não explica o que ele quer dizer com esta declaração surpreendente (mas o significado heterofóbico parece bastante óbvio).

Em outra parte, afirmou que "o cristianismo ... deu a mulher o seu grau próprio e influência, ela regula a vida doméstica"[21].

Em alguns círculos, é uma opinião comum, equivocada ou não, que o cristianismo, especialmente o catolicismo, coloca as mulheres em uma classificação mais baixa do que os homens porque as mulheres não podem se tornar padres, bispos, cardeais ou papas e porque as esposas devem ser submissas ou subordinadas àos suas maridos, de modo geral.

Em suma, embora Pike não declare explicitamente que as mulheres são inferiores aos homens, ou que elas não são dignas de amor, ele sugere claramente neste sentido.

A Maçonaria é ainda uma força na América e no mundo. O fato de que este grupo é evidentemente preconceituoso contra a mulher (que não podem se juntar ao grupo) e parcialmente em favor dos relacionamentos homossexuais não deve passar em branco, e também que a possibilidade muito real de que esse grupo está usando sua influência para tentar impor "valores" pró-homossexuais para o público.

Vamos terminar este breve ensaio com uma citação do autor maçom Carl H. Claudy: "Os verdadeiros segredos da Maçonaria nunca são ditos, nem mesmo da boca para os ouvidos. Porque o verdadeiro segredo da Maçonaria é falado ao seu coração, e deste para o coração de seu irmão maçom. Nunca a linguagem feita para a língua pode falar [os segredos]. É proferida apenas na linguagem do olho, em tais manifestações do amor que um homem tem para o seu amigo, que excede todos os outros amores, até mesmo aquele de uma mulher"[22]. Observe as últimas quatro palavras.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.