quarta-feira, 4 de maio de 2011

Democracia Clássica - Orgânica e Racialista

"As noções de cidadania, liberdade, e igualdade de direitos políticos, bem como de soberania popular, estavam intimamente interligados. A característica mais essencial da cidadania era a própria origem e herança: Péricles era o 'filho de Xanthippus da deme de Cholargus'. Desde 451 a.C., era necessário nascer de uma mãe e pai atenienses para que se pudesse ser cidadão. Definido por sua pertença, o cidadão (polites) se opunha ao 'idiotes', ou não-cidadão - uma designação que rapidamente assumiu sentido pejorativo (da noção do indivíduo isolado sem pertença veio a idéia do 'idiota'). A cidadania como uma função, portanto, derivou da noção da cidadania como status que era a prerrogativa exclusiva do nascimento. Ser cidadão significava, no sentido mais completo da palavra, pertencer a uma pátria - isto é, a uma pátria e um passado."
(Trecho de: "O Problema da Democracia", de Alain de Benoist)


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.