quarta-feira, 2 de março de 2011

O Estudo da História



Nossa escolas tratam a história como uma forma de ENTRETENIMENTO, em vez de um campo científico. Aqueles que se especializam em história são conhecidos como HISTORIADORES, mas ninguém os considera como CIENTISTAS, e eles quase não conseguem oportunidades de emprego, porque todos consideram sua formação INÚTIL. Muitos se importam tão pouco com a história que não se incomodam que ela seja DISTORCIDA. Contudo, se professores de química quotidianamente mentissem para alunos sobre sua matéria, muitos estudantes e pais ficariam FURIOSOS.

A mente humana tem uma caracterísica que devemos prestar atenção. A mente humano-animal foi criada para fazer DECISÕES RÁPIDAS, de acordo com as informações disponíveis; nós NÃO fomos feitos para ficar horas pesquisando e discutindo um assunto. Como resultado, assumimos que aquilo que sabemos é tudo que precisamos. Se alguma informação está faltando, nós simplesmente ESPECULAMOS SOBRE O QUE ESTÁ FALTANDO.

Devemos levar em conta, ainda, que alguns líderes políticos, como Joseph Stalin e alguns antigos egípcios, foram apontados como DESTRUIDORES de informações históricas, para sua própria promoção e também de suas filosofias. Isso nos deveria fazer pensar se documentos históricos foram destruídos sem que estejamos cientes disso.

A história poderia ser uma campo MUITO ÚTIL de conhecimento. Historiadores poderiam ver-se como geólogos e zoólogos, mas, em vez de estudarem pedras e animais, eles estudariam OS HOMENS PELO TEMPO. Eles estudariam cultura humana, nossa ‘’tecnologia social’’; eles poderiam nos ajudar a entender como nos chegamos à ‘’situação cultural’’ na qual estamos agora.

(Eric Hufschmid)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.